Questionário de Daniela Joaquim para a revista de poesia Cuaderno Ático

A fotógrafa Daniela Joaquim


Daniela Joaquim, nasceu em 1992. Licenciada em Fotografia e Cultura Visual pelo IADE em 2013, actualmente frequenta o mestrado de Arte Multimédia com especialização em Fotografia, na Universidade de Belas Artes de Lisboa. Trabalha sobre a temática da Casa e da importância da negociação que o corpo tem com os elementos da casa. Em 2013 participou na exposição colectiva do X’13 (IADE) . E desde então concilia a fotografia com o seu quotidiano. 

--

1. Pensa que as artistas plásticas (ilustradoras, pintoras, fotógrafas, etc) usufruem de suficiente visibilidade nos meios editoriais actuais, ou em outros meios alternativos, como na internet?

Penso que sim. A internet hoje em dia oferece um mercado imagético muito grande. E todos os dias somos confrontados com milhares de imagens. A diferença para outros meios editoriais é que oferece algo mais prático e rápido. No entanto, os outros meios editoriais (os físicos), oferecem algo que não existe na internet, a textura. Para mim é muito importante a textura das imagens.


2. Esboce alguns rasgos significativos da sua criação artística, assim como da relação que esta possa ter com a poesia e a literatura.

Sempre procurei um lado poético da imagem. Muitas vezes parto da poesia e da minha sensibilidade com as palavras. As minhas imagens pretendem revelar uma questão comum ao ser humano, o sentir.  Acredito que a imagem poética tem um ser próprio, fala directamente do coração e da alma.


3. Recomende-nos, por último, algumas artistas plásticas que lhe interessem especialmente.

Merve özaslan, Eugenia Loli e Katrien de Blauwer são três artistas que me interessam pela forma como transformam a imagem.


--


Fotografias de Daniela Joaquim na revista de poesia Cuaderno Ático















+ info:
www.revistacuadernoatico.com
www.facebook.com/cuadernoatico

Mensagens populares